De olho na rua

É assim que eu gostaria de ficar a noite inteira: “de olho na rua”.

Por mais que eu tenha tentado espremer os carros dentro da enorme garagem que temos em casa, não adiantou. Ela é grande o suficiente para três carros grandes e – quando muito – quatro carros de médio para pequenos. Ou seja, colocar duas BARCAS, mais o Corsa e o Chevette simplesmente não rola.

De ontem para hoje não tive problemas, pois havia deixado o Chevette na auto elétrica para alguns ajustes em termos de faróis, bomba de combustível, limpador de pára-brisa, etc.

Mas hoje ele já está de volta…

Então, com mais receio que razão, tive que deixar o Titanic II do lado de fora. Na rua.

Tá certo que tirei o tradicional parafuso que corta a corrente elétrica, bem como coloquei uma boa trava na direção. Tirei também o cabo de bobina e mais uns dois cabos de vela por excesso de zelo…

Mesmo assim ainda fiquei com algumas pulguinhas atrás da orelha… E as calotas? E a tampa do tanque? E se resolvessem riscá-lo? E se estourassem o vidro? Enfim, nada mais que pura nóia! No final das contas tudo deve ficar bem.

Pelo menos, assim espero.

Amanhã eu descubro.

4 pensamentos em “De olho na rua”

  1. Olá Seo Adauto! COmo vai?

    Olha, hoje em dia todo cuidado é pouco… Procure acorrentar o carro, as rodas, sei lá. Hoje em dia tem ladrão agindo de GUINCHO! Isso que eu chamo de crime organizado. rsrs

    Abraços e felicidades com os opalões!

  2. Galera, tô com um tremendo abacaxi, e gostaria que alguem me desse uma mão (pode ser um pé também). Seguinte, não consigo fazer funcionar o velocímetro da caravosa veneno, e por isto já troquei uma duzia de coroa e pinhão. Já usei tantas cores, que dentro do cambio, parece um arco-íris. Quando ela funciona, o velocimetro vibra e para de marcar. Daí o jeito é usar o contagiros para não furaar as lombadas eletrônicas daqui. Alguem pode me dar algumas dicas. O motor é 250S, o cambio é original quatro marchas com moringa longa e ré pra frente, e o diferencial é dana 3,07 (consegui achar um e colocar na suarana), ronca um pouquinho mas não quebra.
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *