Motorizando – parte X (Bilbo Bolseiro)

Clique na imagem para ampliar!

Isso mesmo.

Um Ka.

Parece praticamente um desequilíbrio emocional para quem está num projeto de Opala, não é mesmo?…

Clique na imagem para ampliar!

Aliás, a primeira pergunta que eu sempre ouvia quando dizia ter comprado um Ka invariavelmente era: “Mas você cabe num Ka?”… Gente: garanto-lhes que, mesmo do alto de meu um metro e noventa, o Ka é confortável o suficiente para mim. Só não posso dizer o mesmo de quem sentar no banco traseiro…

Clique na imagem para ampliar!

Aliás acabei me dando bem: eu estava negociando primeiramente com uma loja de carros, procurando um financiamento, e tinha um 2006 em vista – daquele com cara de “sapinho”. Já andei num de um amigo e sabia que eu cabia… Mas de vez em quando a gente até que consegue ter um tiquinho de sorte!

Clique na imagem para ampliar!

Meio que sem querer querendo descobri que a irmã da Fernanda, uma querida amiga que trabalha comigo, estava vendendo o carrinho dela. Ano 2009, modelo 2010, com aproximadamente 90 mil quilômetros – ou seja, dentro de um padrão aceitável, que é de 12 a 15 mil por ano (bem na casca!). Pneus bons, perfeito estado, documentação em dia, IPVA pago. Conferi o preço de tabela: R$16.500,00. Fiz a proposta de mais ou menos uns 10% abaixo da tabela, coisa de R$15.000,00.

Topou!

Clique na imagem para ampliar!

E assim me tornei o mais novo feliz proprietário de um carrinho mil, que faz cerca de 13 a 14 quilômetros por litro (bem melhor que os 7,5 do Cruzador Imperial), e que, pelas reduzidas dimensões, foi carinhosamente apelidado pelo meu filhote mais velho de Bilbo Bolseiro

Ah, sim: sou o segundo proprietário! 😀

A seguir aguardem cenas explícitas de um motor no cofre…

2 thoughts on “Motorizando – parte X (Bilbo Bolseiro)

  1. Já tive um cá, mas não destes novos, não tive uma boa experiência, vivia no mecânico e depois disto nunca mais quis saber do KA KA KA….kkkk

    Adalto, você escreve contos? Deveria cara, você é muito bom. Você faz posts pagos?

    Abraços,

  2. Alessandro, até que estou me dando bem com o Bilbo, viu?…

    Com exceção de algumas coisas básicas que por conta do tempo já tinham que ser feitas (esse carro só teve uma proprietária, que o tirou de fábrica e agora me vendeu), como pneus, caixa de direção e jogo de velas, não precisei fazer absolutamente mais nada nele.

    E com relação a contos? CONTOS? Caríssimo!… 🙂

    Não só gosto de brincar de escrever como até mesmo já publiquei alguns livros de crônicas!

    Visite meu outro blog que lá tem tudo, tim-tim por tim-tim: http://www.legal.adv.br .

    Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *